O importante é ser feliz

Felicidade… sentimento que é tão almejado por todos. Nós passamos a vida inteira buscando a felicidade e parece difícil de ser encontrada. O problema é que atribuímos a responsabilidade da nossa felicidade aos outros, como se eles fossem culpados pela realização, ou não, dela. Mas como acabei de dizer, se é nossa como pode ser responsabilidade de outrem.

Acredito que nascemos para a alegria e o riso e que o ser humano tem o dever de ser feliz. Afinal, a felicidade pode ser aprendida, desenvolvida, recriada e aprimorada…A vida nos dá diversas chances para alcançarmos a felicidade. Se formos felizes, provavelmente teremos pessoas felizes ao nosso redor. Temos que admitir que apesar de todas as dificuldades do dia à dia, rimos mais do que choramos, conversamos mais do que nos lamentamos e ficamos mais alegres do que tristes, por isso, quero erradicar a infelicidade e levantar a bandeira da felicidade assumida.

O mundo depende de pessoas felizes para sobreviver, já que elas são mais rápidas para tomar decisões importantes, são menos afetadas por doenças e acidentes, têm mais amigos e levam uma vida social mais agradável, são menos egoístas e o mais importante, elas reagem positivamente às situações de adversidade e tem controle sobre o seu estado de espírito.
A felicidade é uma característica altamente valorizada nos dias de hoje, e que eu considero que deva ser meta de todo ser humano.Uma ação que possibilita o alcance desse objetivo é ajudar alguém. Se você conseguir colaborar com seus talentos e habilidades a favor do planeta e seus habitantes (uma tarefa muitas vezes difícil), sua vida jamais será a mesma. Porque dessa forma, com certeza, irá evoluir como pessoa, e também como espírito, se sentirá útil para a sociedade… Este último fator é importantíssimo, já que a felicidade hoje está diretamente relacionada a habilidades como bom relacionamento interpessoal, a coragem, a flexibilidade, fé, criatividade, força de vontade, ética, curiosidade, compaixão, produtividade, curiosidade, esperança e entusiasmo.

Quando ajudamos alguém, estamos exercitando algumas dessas características, ou talvez todas elas. Além disso, podemos perceber que cada pessoa é única e que nossas atitudes poderão ser muito importantes para uma sociedade melhor, mais justa, mais feliz… Então, descobrimos que a nossa existência faz diferença, nada seria igual se não tivéssemos existido.
E você, é feliz? Não? Vamos! O que está esperando para se tornar uma pessoa feliz?
Depende somente de você…

Fonte: www.leilanavarro.com.br

Arquivado em PNL

Leia outros artigos relacionados

Uma Resposta para “este artigo”


  1. Teresa Santos
    18ago

    O importante é ter Jesus no coração, daí vem a verdadeira felicidade. Caso contrário não dá prá ser feliz porque só Ele é quem preenche aquele vazio que todos tem dentro de si.

Deixe um comentario