Exercício de Auto motivação

Este é um exercício singelo e tremendamente útil. Para fazê-lo com eficácia leia várias vezes o texto, antes de realizar o exercício, para que te familiarize com o conteúdo, a seqüência e os términos.

Busque alguém de sua confiança para que leia isso e lhe guie, ou grave em uma fita cassete.

É importante usar uma voz muito suave.

Assegure-se que não haverá distrações nem interrupções. Adote uma posição muito cômoda, a mais cômoda possível (vale estar deitado ou reclinado). Não deve ter nada nas mãos. Preferível não cruzar pernas nem braços.

Feche os olhos e respire com suavidade.

Leia o texto que está escrito. Não introduza mudanças nem modificações, não adicione coisas “de sua própria cabeça”.

Faça pausas, para que possa responder a guia.

Auto-Motivação – Parte 1

1. Pense em uma tarefa ou uma atividade que seja realmente atrativa, que deixe você motivado quando a faz. Imagine que está vendo o filme dessa atividade. Note as qualidades da imagem ao pensar nessa tarefa: a cena, a iluminação, o som, os movimentos. Observe uma imagem rica, com muitos detalhes… OK “apague o projetor”.

2. Descanse e olhe a seu redor, respire tranqüilo.

3. Agora pense em algo que não desperta nenhum interesse: Note o que sente ao pensar em algo que te é totalmente indiferente. De novo olhe a imagem e suas qualidades… OK, apague a imagem.

4. Descanse e olhe a seu redor, respire tranqüilo.

5. Faça uma comparação entre os dois “filmes” e note as diferenças que encontrou nas qualidades das imagens: Iluminação, brilho, cores, tamanho, distância, localização, sons, sensações, etc.

6. Escreva sua própria lista para que tenha os elementos que sua mente (seu cérebro) utiliza para te indicar que algo é valioso e te motiva. Estas serão suas chaves de motivação.

Pegue agora uma imagem qualquer de uma experiência agradável, prazerosa, que tenha tido. Vais fazer o seguinte jogo com essa imagem:

Troque as características visuais, quer dizer, aumenta ou diminui: Cores/branco e preto, iluminação, brilho, contraste, foco (nitidez), detalhe, tamanho, distância, se a imagem tem borda ou não, localização (acima, abaixo, à frente, etc.), se move ou está parada e proporção. Fique com aquelas mudanças que lhe pareçam mais atrativas, mais agradáveis, mais motivantes.

Faça o mesmo com as características auditivas: Fonte (origem) do som, tonalidade (aguda, grave), som monótono ou melodioso, volume, ritmo (rápido, lento), duração (som contínuo ou intermitente), mono ou estéreo.

E agora com as características kinestésicas (sensações, sentimentos): Qualidade da sensação, intensidade, localização, velocidade, duração.

Fique com a combinação de características que ficou mais atrativa e lhe motivem (as anote). Vai usar elas depois.

Auto-Motivação – Parte 2

1. Pense em algo que você saiba que para você seja valioso fazer, mas que é difícil ou custa muito fazer.

2. Se concentre e pergunte a todas as suas partes internas, se existi alguma objeção a cumprir com essa tarefa. Se for sensível a essas objeções (de fazê-las). Se não puder satisfazer a objeção com comodidade, ajuste (ou troque) a tarefa de maneira que não existam objeções.

3. Pense nas conseqüências de fazer a tarefa, não no trabalho de fazê-la. Pense nos benefícios que obterá uma vez que esteja completada. Pense em seu ganho.

4. Agora, use a lista de elementos que encontrou no exercício anterior, os que anotou. Lembre que são os mais atrativos e motivantes. Use-os para trocar o que pensa a respeito de ter essa tarefa feita, completada. Coloque na tarefa os elementos visuais, auditivos e kinestésicos que anotou. Continue fazendo isto até que se sinta fortemente atraído, motivado, a realizar essa tarefa.

Auto-Motivação – Parte 3

1. Fique numa posição cômoda. Dirija seu olhar para a direita, um pouco para cima. Imagine que vê uma pessoa igual a ti, a curta distância. Este “outro você” fará o exercício, enquanto você o observa. Somente quando estiver completamente satisfeito com o processo, vai ser que as habilidades irão se integrar a ti. Para te assegurar de que assim será, possivelmente você gostaria de imaginar que está infiltrado dentro de uma borbulha de plexiglás, para que realmente esteja separado das atividades que vai fazer seu outro eu.

2. Escolha algo que você quer ser capaz de se motivar a fazer. Para este exercício, escolha algo bem simples, como limpar seu quarto, ou acomodar seu closet. Algo que você não goste muito de fazer, mas deseja muito que seja completado, devido aos benefícios que obterá como resultado.

3. Observe a seu outro eu e olhe o que verá quando a tarefa tenha sido realizada, incluindo as conseqüências positivas, os benefícios diretos e imediatos e os futuros.

4. Agora, olhe a esse “outro você” fazendo a tarefa com facilidade. Enquanto o “outro você” a faz, mantenha-se olhando a imagem da tarefa terminada e se sinta bem como resposta ao vê-la totalmente completada. Note como a voz interna do “outro você” é estimulante e se lembre das recompensas futuras e o que até o momento obtiveste com respeito ao objetivo. Finalmente, vá ao “outro você” encantado de ter terminado e desfrutando da recompensa obtida por uma tarefa que já se completou.

5. Se o que você vê não te satisfaz por completo, deixe que uma suave neblina cubra por um momento a imagem, enquanto seu inconsciente faz os ajustes que sejam apropriados. Em alguns segundos, quando a neblina desaparecer, verá os ajustes, que serão satisfatórios para você (pausa…).

6. Agora que tem a completa satisfação, permita que a borbulha de plexiglás desapareça. Pegue a imagem do seu “outro eu” que tem todas essas aprendizagens e deslize ela para você. Pode, se for cômodo para você, estender seus braços, pegar a imagem, trazê-la para você, e integrá-la contigo. Algumas pessoas sentem um estremecimento (ou se “arrepiam”) ou uma liberação de energia, ao fazer isto.

7. Finalmente, pegue um momento adicional para que pense quando será a próxima ocasião em que terá que realizar a tarefa para a qual acaba de se auto-motivar a completá-la…

Tradução feita pela Equipe Sua Mente.com.br

Titulo Original: http://www.personal.able.es/cm.perez/pnl.htm

Arquivado em Técnicas de PNL

Leia outros artigos relacionados

9 Respostas para “este artigo”

  1. Exercício de Auto-motivação…

    Um exercício para você se auto motivar, confira, vale muito a pena!!!…

  2. Exercício de Auto-motivação…

    Um exercício para você se auto motivar, confira, vale muito a pena!!!…

  3. Exerccio de Auto-motivao…

    Um exerccio para voc se auto motivar, confira, vale muito a pena!!!…


  4. domelhor.net
    14out

    Exerccio de Auto-motivao…

    Um exerccio para voc se auto motivar, confira, vale muito a pena!!!…

  5. Exercício de Auto-motivação…

    Um exercício para você se auto motivar, confira, vale muito a pena!!!…


  6. FixolaS
    14out

    Exercício de Auto-motivação…

    Um exercício para você se auto motivar, confira, vale muito a pena!!!…


  7. pligg.com
    14out

    Exercício de Auto-motivação…

    Um exercício para você se auto motivar, confira, vale muito a pena!!!…

  8. Exercício de Auto-motivação…

    Um exercício para você se auto motivar, confira, vale muito a pena!!!…


  9. THATA
    14out

    ÓTIMOO EXCELENTE GOSTARIA DE VER MAIS!! BEIJOS À TODOS

Deixe um comentario