Comunicação interna: As vantagens das novas tecnologias

Não importa o tamanho da empresa, todos precisam solucionar ou adotar estratégias para que cada um dos elementos envoltos na comunicação interna flua com rapidez entre eles.

Compartilhar arquivos, acessar a base de dados de clientes de qualquer parte, conhecer as novidades da empresa, inteirar-se sobre os novos membros da equipe de trabalho, pôr ao alcance de todos as mudanças no sistema de qualidade, trabalhar em equipe sem necessidade de estar no mesmo espaço, fluidez nos processos de compra, rir com as piadas do momento, conhecer novas oportunidades de carreira na organização, administrar eficaz e interativamente o plano de formação interno, anunciar a venda ou interesse de compra de um carro por parte de qualquer trabalhador, parabenizar a quem está fazendo aniversário ou a aqueles que o merecem por um bom trabalho realizado, realização de cursos online (e-Learning), programas de acompanhamento que sejam mais agradáveis que os quase sempre volumosos manuais impressos, acesso a manuais de processos em forma clara e rápida e, para não nos estender mais, consulta da biblioteca física ou virtual da companhia, são elementos comuns em empresas com aspectos tão simples como, por exemplo, localização geográfica e mais de dois computadores. Imagine quantas empresas se perguntaram a pelo menos duas ou três das atividades cotidianas que citamos?. Resposta: Milhões.

Isto não é um tema que se pode abordar só da óptica tecnológica, toda vez que cada um dos membros da organização tiver necessidades a resolver, por tal motivo, quererá participar. Da área do talento humano, sobram razões para argumentar a adoção de uma plataforma de comunicação interna que permita facilitar processos rotineiros e sobre tudo, que contribuam a melhorar o clima trabalhista.

Será isto um sonho que tenha tido alguma vez?.: Acesso a cursos interativos, avaliação e seguimento de alunos em forma automática, uma plataforma de e-Learning que não demande grandes conhecimentos técnicos para seu uso, gestão interativa do plano de formação, apóio à estratégia de employer branding, avaliações interativas, feedback de 360º, chat ao melhor estilo ICQ ou Messenger, automatização de currículo de colaboradores internos ou externos, dar a conhecer as novidades da área, publicar na Web automaticamente sem necessidade de conhecer HTML, etc…. Não!, não é um sonho, é uma realidade.

A incorporação de novas tecnologias é de vital importância da área de recursos humanos e a relação custo/beneficio é amplamente favorável para a empresa. Não se trata de sair no mercado e comprar a Intranet ou extranet mais cara, mas sim se realize um minucioso estudo sobre qual deve ser a melhor plataforma de comunicação para sua organização e, que seu processo de implantação seja o mais bem-sucedido.

Facilite o trabalho, permita que flua a comunicação entre os membros de sua equipe, observará, sentirá e escutará resultados surpreendentes em sua organização, que significará benefícios no clima de trabalho e na forma em que o perceberá seu cliente externo.

O portal do empregado, Intranet e/ou extranet, é uma clara resposta de como se pode confrontar com novas tecnologias a eterna provocação de passar de uma geração a outra informação valiosa. Entretanto, como todas as soluções tecnológicas, estas plataformas devem ser vistas como uma parte de tudo e não perder de vista a importância de integrá-las, entre outras coisas, com o estilo de comunicação interno, de acompanhar-se com um sistema de mensagem instantânea, conceitos de escalabilidade, flexibilidade, estatísticas e níveis de segurança, assim como de estratégias de conteúdo e de marketing ao cliente interno, de tal forma que as pessoas se envolvam de forma ativa e desprevenida no processo de transmitir o conhecimento implícito existente em suas mãos e que recorram ao esquema de gestão da organização, para atender qualquer tipo de inquietações que possam existir.

3M, “A Fábrica de Inventos”, como intitula um artigo da revista Empreendedores, assinala que “uma idéia nunca morre. Na 3M se arquivam todas na espera de sua aplicação”. Um exemplo deles é a invenção do Post-it. Quando todo mundo tratava de criar o adesivo mais forte, Silver Spencer desenvolveu uma cola que “pegava pouco e muitas vezes”. Ao carecer de uma aplicação imediata, ficou armazenado no “arquivo de idéias”, até que um de seus companheiros, Art Fry, pensou que podia ser um marcador de livros, e assim o apresentou a seus superiores. Seu chefe lhe respondeu “Parece boa, mas não sei se terá mercado”. Estas palavras estavam escritas no próprio Post-it, que não demorou para converter-se em um produto de impacto com a aplicação de notas de tiras.

A reflexão aqui não é saber se na 3M utilizam ou não uma super-poderosa plataforma de gestão e de comunicação a não ser, que tivessem administrado corretamente o conhecimento gerado. Muitos dificilmente lembrariam chamadas ou tarefas urgentes a não ser pelos úteis Post-it aderidos à tela do computador………..ou não?.

Cada dia há mais importância da necessidade de que a área de recursos humanos vá além de sua tarefa de ser responsável pela comunicação interna e do bom funcionamento interno das organizações; o desafio é escolher a estratégia adequada e as ferramentas tecnológicas idôneas para que o conhecimento de sua empresa esteja a serviço de todos.

Hermes Ruiz

Tradução: Sua Mente.com.br

Referência: www.arearh.com/software/ventajas_tecnologias.htm

Arquivado em Comunicação

Leia outros artigos relacionados

Uma Resposta para “este artigo”


  1. raza
    18ago

    this is a good site there are very apochanity site

Deixe um comentario