A manipulação: o que é?

Uma pessoa tenta te manipular quando sugere ou diz o que se tem que fazer, de tal forma que se beneficie mais que você, quando percebe ameaça ou sente medo.
Se esta fazendo algo contra sua vontade, seus princípios, valores ou metas, alguém esta manipulando você. Aproiventando-se de você.

A questão é especialmente preocupante quando se sente medo, culpa ou vergonha. Tenha cuidado: poderiam estar te manipulando.

Ao largo da vida nos encontramos com diversos problemas. Alguns podemos resolver por nós mesmos, outros somente com ajuda de outras pessoas. Resolve-las é, em muitas ocasiões, difícil.

Ainda que todos nós estamos mais ou menos dispostos a dar uma mão a uma pessoa que tem problemas, temos uma disponibilidade limitada. É costume aparecer uma dificuldade adicional quando quem se encontra no aperto, está convencido de que as coisas “deveriam” ser como ele pensa e os demais “deveriam” forçosamente ajudar-lhe a resolver o assunto.

Para que haja manipulação é necessário uma relação assimétrica entre, ao menos, duas pessoas. É assimétrica porque uma predominantemente dá, e a outra predominantemente recebe, um ganha e outro perde, ainda que o manipulador possa ser sempre o mesmo, não é freqüente que o processo seja cíclico, de tal forma que os papéis se alternem entre os integrantes da relação.

As táticas que se empregam são assombrosamente simples, tanto é que se pode resumir em somente três estratégias gerais: Ameaçar, criticar ou inibir. Também são muito eficazes. O medo, a culpa ou a vergonha que geram são capazes de mobilizar a praticamente todos os seres humanos na direção requerida pelo manipulador, bem diretamente, ou como reação ante uma ação.

Custa se dar conta de que alguém está sendo submetido a manipulação. Pode notar que se sente culpado, que está fazendo o que a outra pessoa quer por medo, ter estranhos incômodos físicos incluso, ataques de pânico…talvez não descubra que estão relacionados com o fato de estar renunciando seus valores, princípios e objetivos para satisfazer os de outra pessoa em sua volta.

Um bom truque para detectar a manipulação e saber quem te manipula é analisar o que se sente quando está com essa pessoa. Medo? Culpa? Vergonha? Apreensão? Inseguridade? Repulsão? Pensar que é um imbecil ou um inútil? Intenso afeto não motivado? Uma relação normal não deve produzir emoções negativas, todo sentimento demasiado “positivo”(não de enamoramento) com alguém que acaba de conhecer, é suspeito.

Também pode analisar o que faz. É isso que queria fazer nesse momento? Se te pagam por isso, tem uma justificativa, porém não é o caso dos manipuladores. Pois se estivessem dispostos a gastar dinheiro que custa seu serviço não necessitariam se aproveitar de você. É isso o contrário de seus valores, princípios, expectativas? Ninguém faz algo contra si mesmo senão está muito pressionado pelo ambiente. Se é assim, quem está se beneficiando? Esse é o manipulador. Esse, o que move as teias na sombra.

Fonte: http://www.psicologia-online.com/colaboradores/jc_vicente/manipulacion1.htm

Arquivado em Psicologia

Leia outros artigos relacionados

Deixe um comentario